Quinquilharia

Pra começar, preciso dizer que eu adoro a palavra quinquilharia. Que sonoridade, que significado genérico maravilhoso, que leve tom depreciativo… Ah, tudo o que eu aprecio numa palavra!

Pois bem, eu estava com um amigo passeando pela Avenida Paulista, quando decidimos ir almoçar no shopping Pátio Paulista. Era perto, várias opções, prático… E lá fomos nós.

Ao entrar, havia uma certa feirinha no corredor. Eu não me atentei para o que era, mas o cheiro estava desagradável. Como se fossem cheiro de… flatulências. Também conhecidas por peido.

feirinha

eu adoro uma feirinha, é o supra-sumo da arte quinquilhicosa

Não nego que eu estava interessada no meu amigo, porém ele não estava interessado em mim. Eu gosto disso, porque assim minha vida amorosa segue um padrão, sempre há uma constância, nada de surpresas.

Relativamente preocupada que ele pudesse pensar que eu estava peidando e andando, fiz cara de paisagem e fomos almoçar. Se fosse um amigo eu já falaria “Tá peidando é peidorreiro?”. É muito triste ter que ser a Sandy na arte da sedução, inclusive abandonei essa prática. Na volta, a mesma coisa. Aí já era demais. Ele com certeza iria pensar que eu estava peidando do lado dele, sem nenhum aviso prévio, sem consideração pelo ar alheio. Foi quando eu ouvi duas mulheres comentando do cheiro, que parecia vir das mesas feitas de caixotes de madeira da feirinha.

caixote

está muito na moda no ramo de “decoração rústica”, mas cheirem antes de comprar

Pensei: “vou comentar do cheiro dos caixotes de madeira, assim me livro de qualquer desconfiança…. Mas melhor fazer uma frase bonita né, não vou falar essa merda tá fedendo, vai ser muito desrespeitoso com os artesãos…”

Sem calcular muito bem a parte do desrespeito, eu simplesmente falei: Essa quinquilharia tá cheirando a esgoto…

A reação do meu amigo foi só falar Nossa… coitados…

Eu tive uma crise de riso que parecia que eu estava em surto histérico. Apesar da minha intenção em não ser desrespeitosa, da clara vontade de ser polida, eu consegui ser o extremo oposto. E eu passei mal de rir tanto naquela hora, como em diversos momentos durante aquele dia, sempre que lembrava. Toda vez que eu conto essa história eu tenho uma crise de riso, e escrevendo esse post não foi exceção. Mas em geral as pessoas não acham tanta graça, o que me deixa extremamente decepcionada…

Lembrando sempre que de boas intenções o inferno tá cheio.

Anúncios

5 comentários sobre “Quinquilharia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s